Não conte os anões

Os famosos 7 anões

Ouvir histórias é uma das melhores ações que fazemos quando criança.
Queremos conhecer tudo. Imaginamos. Retemos. De forma natural absorvemos a nossa realidade a partir do que ouvimos. Por isso é difícil uma criança que ainda não foi pra escola que não goste ouvir história. Elas sabem todo o enredo da Branca de Neve, e por aí vai, mas não necessariamente se preocupam em decorar os nomes dos anões.

Quando entramos na escola, recebemos uma instrução tensa de que devemos lembrar ou decorar fatos e datas, isso vai aos poucos corroendo a magia do ouvir e do imaginar, e assim muitas crianças saem de seus mundos fantásticos pra uma restrita, e acadêmica e burocrática decoreba.

Mas ainda sempre ouvimos histórias, e as que nos interessam não são tão pesadas, aprendemos com naturalidade sem decorar os anões. Talvez não só pra ouvir histórias, mas pra todo o aprendizado, devemos absorver o conteúdo, e os anões não serão motivos de preocupação.

A severa lição de Harry Potter

Histórias de magia geralmente passam a impressão de um mundo fascinante sem impossibilidades, sem limites e sem problemas persistentes. Na vida real o avanço da ciência traz expectativas tão típicas quanto às de um leitor de Harry Potter.

E é vivendo em meio aos saltos da ciência que resumem várias décadas de pesquisa, como a revolução das clonagens para gerar órgãos sem perigos de rejeição, ou até mesmo salvar espécies em extinção, que a escritora de Harry Potter faz os leitores decolarem de uma realidade pretensiosa, para aterrissarem em um mundo fantástico, em que o mais impressionante é a não existência de magia, feitiço nem ritual que pode devolver a vida de alguém que parte para sempre…

Apesar de transfigurações, consertos improváveis e jatos de luzes coloridos, nem nesse mundo repleto de façanhas fantásticas de Harry Potter as pessoas puderam vencer a morte, sendo que, em suas histórias J.K. Rowling poderia ressuscitar seus personagens mortos com a simplicidade de um feitiço de levitação, no entanto, está aí a parte mais real de toda a história. 

“Don Qui”

Donkey, uma palavra inglesa que significa burro, possivelmente originada de “Don Qui” do personagem do escritor espanhol Miguel de Cervantes. Don Quixote de La Mancha, não foi à toa a escolha de melhor obra de ficção de todos os tempos.

Quem poderia imaginar que românticas histórias de cavalaria do século XVI , com seus cavaleiros jovens, fortes, destemidos, cheios de honra e dignidade que cavalgavam com raças de cavalos quase alados viriam ser a inspiração para a melhor de todas: Don Quixote De La Mancha, uma sátira altamente recomendável, com apenas alguns requisitos de cavalaria um pouco esgotados de Alonso Quijano, o verdadeiro nome de Don Quixote De La mancha, mas por aqui vamos chamá-lo pelo carinhoso apelido de “Don Qui”, que foi como os ingleses passaram a chamar as pessoas parecidas com Don Quixote.

De tanto ler livros de cavalarias que o deixaram um doido varrido, Don Qui, foi mais longe do que qualquer outro cavaleiro jamais chegara, com mais de 50 anos, fidalgo, físico tão robusto quanto o de um palito de fósforo, seu pangaré, o Rocinante, e o coitado do lascado do Sancho Panza, que é o escudeiro que vive na esperança de governar uma ilha que Don Quixote lhe promete, foram suficientes para dar asas às maluquices. Com todos os seus juramentos de fidelidade e honras onde quer que esteja, Don Qui, vai atrás de sua nobre Dulcinéia (sua amada donzela que nem existia), busca altas aventuras (essa ficou tipo sessão da tarde), para fazer o bem e destruir os malvados, e claro, ter a desejada glória de um cavaleiro.

O lar doce confortante lar do nosso querido Don Qui, e sua mulher, não lhe fazem nenhuma falta durante as sucessivas aventuras fracassadas com seu pangaré e o atrapalhado Sancho Panza.
Por uma pegadinha do destino as pessoas se deparam com um velho alucinado que as atacam, desnorteiam e chama pela intocável Dulcinéia nas horas menos esperadas, como quando está estirado no chão depois de levar uns safanões de algum corajoso, ou então por sua poção fortificante, que quando não tira as tripas, quase deixa desmaiado quem a bebe.
Nem é preciso dizer mais por que Don Quixote e seus feitos ficaram famosos por todos os reinos. E que gente que não tinha o que fazer, não faltou para querer se entreter com a ingenuidade de “Don Qui”.

Se você gosta do cômico no ridículo, de autor que nem lembra o nome do próprio personagem, ou pelo menos finge, está aqui a minha dica… Você vai se divertir e rir além do que acha que é capaz.
É muito melhor que muito programa de humor que tem por aí…

Don Quixote de la Mancha –
Um dos melhores livros que já li

Viagem de última hora precisa de pesquisa

Planejar uma viagem é um dos maiores prazeres que uma pessoa pode ter, no entanto, se a viagem é de última hora, alguns cuidados a mais devem ser levados em conta no momento de escolher as melhores opções desde o momento em que se saí de casa até o momento em que se retorna.

A emoção é um fator importante para deixar as coisas mais empolgantes, provavelmente quem se planeja com pouco tempo precisa pensar rápido e tomar as decisões certas.

A melhor maneira de começar a planejar é verificar quanto do orçamento está previsto para essa viagem. Depois a pesquisa é o segundo passo para se ter noção da média de preços que são praticados pelo mercado.

Os destinos e os tours escolhidos de preferência devem ser verificados para evitar qualquer surpresa desagradável desnecessária. Com um bom planejamento, o viajante saberá até onde chegar.

Quem tem milhas conta com um benefício que pode ajudar a deixar mais barata a viagem, quem não tem pode garantir o voo somente reservando, ao invés de pagar a tarifa completa da passagem. As companhias aéreas United Airlines e a American Airlines têm uma taxa de US$ 75 para quem reserva viagens antes de 21 dias, mas dependendo do valor total compensa comprar a passagem sem reservas. As linhas aéreas como Aeromexico e Singapore Airlines não cobram tarifas de reservas.

Uma das melhores maneiras de pesquisar por voos de maneira fácil e poder comparar os diferentes valores é usando o site Google Flights. Com ele você define qual o melhor preço para a data que irá escolher e comparar valores através de um calendário.
Voos mais baratos geralmente saem de madrugada. Então fique atento para flexibilizar suas viagens para esses horários.

Sempre é melhor comprar um voo fora da alta temporada. Viajar quando todos estão viajando pode deixar a viagem mais cara, se possível prefira as baixas temporadas.

No momento de reservar um hotel ou hostel por algum site que compara valores, o viajante pode pensar que é mais barato reservar diretamente pelo hotel. Nem sempre é o que acontece, o site Booking, em alguns casos, por exemplo, consegue fazer promoções e valores mais baratos que o preço do balcão do hotel.

Playa del Carmen – México
Reprodução/Adriano Ferreira

Onde estão os que não desistiram?

Esse texto vai aparecer uma auto-ajuda, não sei, mas o importante é eu me expressar. Às vezes pode parecer que o mundo e a vida não estão do jeito que queremos, mas muitas coisas na vida nem sempre são do jeito que desejamos. 


Eu sei que pode parecer extremamente mimado o fato de alguém querer que as coisas sejam exatamente do jeito que deseja, mas a vida não é sempre assim. Então o que podemos fazer quando não temos o que queremos na hora que queremos? A melhor coisa para isso é uma palavra com um grande poder e que traz muitos benefícios: paciência, isso, paciência. 


Nem sempre é fácil respirar fundo e acreditar que dias melhores virão, mas então esse é o desafio. A paciência leva a uma virtude muito interessante: a perseverança, e é essa atitude que sempre faz a gente nunca desistir das coisas boas que queremos apesar das adversidades no meio do caminho. Eu fico pensando muitas vezes em como lidar com o não. E uma forma de agir bem diante de um ou vários “nãos“ é a insistência. Muita gente que hoje fez história não parou ou desistiu no primeiro não ou no décimo. Quem desiste não tem recompensa, então eu acho importante não desistir de nada que é almejado. 


Nenhum plano ou sonho por mais que pareça inalcançável eu acho impossível. Tem aquela frase que diz que o impossível é só questão de opinião. Pode ser. Pode não parecer fácil mas não quer dizer que é impossível. 


Tudo na vida tem um por que. Eu acredito profundamente nisso. Os momentos que possam parecer que não são muito favoráveis são os que mais nos fazem fortes e insistentes. Quem insiste chega onde quer, e é nesse lugar que estão os que não desistem: onde eles querem chegar. 
Pode parecer meio ambicioso querer chegar num lugar alto, mas desde que você não esteja fazendo mal para você e nem para ninguém é super-válido. Na vida os sonhos podem parecer distantes, mas se você acredita você alcança. Apenas não desista de nada que você sonha, não desista, continue firme e não pare.


Depois daquela tempestade turbulenta um céu cheio de luz e claridade irá brilhar para você. Mil abraços pessoal, continuem firmes 🙂 

Senso de Justiça

Sabe quando você passa por uma situação que não está sendo justa? Isso te leva a te sentir angustiado diante de algo que aconteceu que precisa ser revisto. É muito importante pensar se o que estamos fazendo vai afetar outra pessoa negativamente, e se não está sendo uma ação injusta. Existem pessoas que simplesmente não se importam do impacto ruim que pode causar em outra, e nas consequências que isso pode acarretar para a pessoa, mas se essas pessoas pensassem se alguém fizesse o mesmo com elas, não agiriam assim.

Eu não sou uma pessoa perfeita e também sei que ninguém é, por isso que precisamos nos guiar por um senso de justiça em todas as situações da nossa vida, ver se não estamos fazendo outra pessoa sofrer de propósito, ou até mesmo sem querer, principalmente se estamos em uma posição de algum tipo de poder, por isso, quando mais poder uma pessoa tem, mais justa ela deve ser. Quem se aproveita de uma posição que tem para causar algum prejuízo, ao meu ver, precisa mudar o que fez, e se não faz isso, então não é digno da posição que ocupa.

Me pegunto às vezes, se o que eu estou fazendo vai ter algum impacto ruim na vida de alguém, e também me pergunto se o que vou fazer vai ter algum benefício. Eu gosto de ajudar as pessoas, e acho que quem está em uma posição melhor, deveria usar o que tem para ajudar, e não para derrubar.


Bom, tudo o que plantamos, colhemos. Às vezes na vida, acontecimentos vêm para que possamos olhar para o que plantamos e mudemos o nosso agir, mas é certo que se plantamos senso de justiça, certamente colheremos. Vamos ser mais justos. Acho que minha mãe diz uma frase que é: “Se eu não posso ajudar uma pessoa, eu não vou atrapalhar”, e assim gostaria de terminar esse texto. Abraços.

Praia de Progreso – Mérida – México
Reprodução/Adriano Ferreira

Diferenças entre hostel e hotel

Olá amigos, eu conheço muitas pessoas que não sabem a diferença entre hostel e hotel. Em uma viagem, quem prefere um preço mais acessível, mais contato com os hóspedes, conhecer novas pessoas com facilidade, o hostel é mais indicado. Para quem deseja mais privacidade, ter mais luxo e tranquilidade, um hotel é o mais recomendado.

Em relação ao número de quartos, um hostel em geral tem até 10 quartos, eles podem ser individuais, duplos, quádruplos ou com mais de cinco camas. Os preços descem conforme a quantidade de camas. Quem gosta de fazer a própria comida pode contar com uma cozinha nos hostéis, o mesmo acontece em alguns quartos de hotéis. A movimentação de pessoas e o barulho em hostéis é comum em temporadas mais altas como no fim de ano, mas existe um respeito quando o horário começa a avançar. O legal de hostel é a possibilidade de tomar um café da manhã e conhecer os viajantes hospedados. No almoço também as chances de criarem novas amizades podem acontecer.

Quarto de hostel
Reprodução/Mad Monkey Hostels

Quem quer mais conforto e mais privacidade pode escolher um hotel. Em geral, não existe uma cozinha compartilhada nesses locais, mas a infraestrutura é digna de uma boa e confortável estadia. Os preços dos quartos dos hotéis em geral são mais altos que dos hostéis.


Dica: Nem sempre reservar pelo site ou no balcão da recepção, ou por telefone sai mais barato, isso vai depender da política de preço do hotel ou do hostel. O ideal é reservar a hospedagem para garantir o lugar.

Quem chega no balcão na hora de reservar, corre dois riscos: não encontrar espaço disponível ou pagar mais caro que a reserva pelo site. Então o melhor é se planejar e reservar a hospedagem para evitar imprevistos.

Quarto de Hotel
Reprodução/New York Post

Quer fugir desse inverno? Vá para Miami

Um dos destinos mais queridos dos brasileiros, Miami, é um dos mais buscados para quem curte boas compras e praias. O transporte na cidade é eficiente, existem dois metrôs em Miami, um dos deles é o Metromover (gratuito), é possível chegar até o centro da cidade de metrô, o que vai gerar uma economia com o táxi.


Para quem vai fazer compras, a cidade atrai consumidores de várias partes do mundo. O imposto mais barato dos produtos dos Estados Unidos fica no estado da Flórida. Os outlets chamam a atenção pelos bons preços, mas é preciso ter tempo e estar disposto.


Nas lojas no centro da cidade, existem as que também oferecem produtos mais baratos que os próprios da outlet. Entre as lojas recomendadas para fazer compras estão as Marshalls, as Macy’s e a Ross.
Quem gosta de passar nas tradicionais lanchonetes como Burger King e MC Donald’s vai se sentir atraído pelos preços baratos dos lanches.


Miami está dividida em Miami Town e Miami Beach. Em Miami Town estão os grandes outlets, em Miami Beach as praias e a diversão tomam conta dos passeios repletos de restaurantes que ficam em frente a praia e tem muita badalação turística. A cidade tem as ruas suas conservadas pela limpeza e é organizada.


A Lincoln Road está cheia de restaurantes e lojas que estimulam as compras. A Ocean Drive é a parte de Miami onde estão as praias.
Para aproveitar bem o passeio pela cidade é preciso reservar tempo. Os frequentadores dessa cidade são diversificados, desde famílias até jovens solteiros que querem se acabar nas pistas de dança fazem parte do público desse local.


Aproveitar a praia é indispensável. A cor do mar é azul-turquesa e a areia é branca, encantando qualquer pessoa que conhece esse lugar. Mergulhar, se bronzear na areia e simplesmente relaxar é um programão. Em South Beach existe uma maior movimentação de pessoas, para quem quer mais sossego o recomendável é North Beach.


Um parque recomendável para apreciar o pôr do sol é o South Pointe Park, passar o tempo com mais contato com a natureza vai trazer um relaxamento para o visitante.

Praias do nordeste chamam a atenção de visitantes

O nordeste é repleto de praias paradisíacas. Quem passa por lá não se arrepende de visitar as diversas belezas naturais que preenchem essa região brasileira. São diversos lugares que possuem uma cultura marcante que atrairá os turistas por mais tempo.

No Ceará, por exemplo, não vão faltar locais cheios de beleza. Perto de Fortaleza, está o balneário do Morro Branco, em sua formação, estão falésias avermelhadas que cobrem uma parte da areia macia. Em Cumbuco, na época mais favorável, o lugar se torna um dos melhores do Brasil para praticar o esporte kitesurfe. Se o turista tiver mais tempo, é recomendável uma viagem para longe para chegar em Lagoinha, que fica a 120 km e que compensa por ser uma das praias mais bonitas.

Balneário do Morro Branco – Falésias e mar próximos
Reprodução/Renata Viaja


Em Recife, Pernambuco, não vão faltar praias paradisíacas como a conhecida Boa Viagem. Perto da cidade ficam as orlas que também não perdem em nada para as mais afastadas. A praia dos Carneiros está perto da capital a somente 100 km de distância. Na mesma região, também está a praia Calhetas com um ambiente menos badalado e com mais natureza. Na cidade de Olinda também estão paisagens inesquecíveis, onde construções históricas compartilham espaço com a vista para o mar.

Uma pena que não dá para mergulhar nessa praia de Boa Viagem. O risco de ataque de tubarão é alto, mas o passeio pela orla ainda vale a pena
Reprodução/ Adriano Ferreira


No estado de Maceió, em Alagoas, existem praias imperdíveis como Ponta Verde, que é de deixar de boca aberta quem passa pelo lugar. Nessa região as praias que têm um cenário deslumbrante merecem uma visita. Maragogi está perto da cidade a aproximadamente 130 km da capital e não pode ser ignorada pela beleza de suas águas cristalinas azul-turquesas. São Miguel dos Milagres também está na lista dos pontos imperdíveis. Indo para o sul do estado, a praia do Gunga é mais um lugar encantador, no meio do caminho o visitante poderá conhecer a cidade histórica de Marechal Deodoro.

Maragogi é de sonhar acordado
Reprodução/Jaraguá Turismo