O que fazer quando alguém grita com você?

Sinceramente, a primeira coisa que pensamos quando outra pessoa grita com a gente é: Por quê?? 


Tem gente que não tem medo de expressar a sua indignação ou simplesmente quer desrespeitar a outra, mas aí está a questão. Não é necessário ficar gritando com ninguém para se fazer entender. O grito muitas vezes é um sinal de que a pessoa não vai com a sua cara e está fazendo questão de mostrar isso para você, principalmente, se é uma pessoa fora do seu círculo de amigos e que você acabou de conhecer. 


Existem várias maneiras de reagir a um grito, tudo depende do seu temperamento. A seguir vão algumas sugestões de como agir diante de uma pessoa que resolveu ativar o alto-falante da garganta dela:


Respire fundo

Um grito gera um incômodo e uma repulsão em relação ao que grita. Muitas vezes você pode entender que a pessoa está tão estressada, que resolveu descontar em você, então simplesmente respire fundo e vá procurar outra coisa para fazer. Se você não quiser levar um segundo grito e não se importar com isso, continue conversando com a pessoa tranquilamente já preparada para o próximo berro.


Tome um suco de maracujá

Tudo bem que parece que um grito, na grande maioria das vezes, nunca faz sentido. Mas, se você está discutindo fervorosamente com uma pessoa, é comum que ela grite para ganhar a conversa se ela já gosta de gritar. Dependendo da conversa, se alguém já começou a usar o recurso, é porque quer ser mais. Então mesmo que o grito faça sentido, ou não, deixe para lá. Se estiver na sua casa, vá na cozinha preparar um lanchinho e tomar um suco de maracujá e tudo terminará bem.


Veja se é natural

Algumas pessoas falam gritando naturalmente, com essas não dá nem para discutir, principalmente se você tem a voz fina e baixa. Algumas pessoas falam parecendo que engoliram um microfone, mas esse é o modo natural de se comunicarem. Uma dica é evitar que essa pessoa um dia precise gritar com você.


Estabeleça limites

Essa é para aqueles que não admitem serem maltratados. Gente, não vamos brigar só porque alguém grita com a gente. Apenas vamos impor limites. Dependendo da pessoa que grita, podemos traçar uma fronteira sem direito a um carimbo de entrada. Quando alguém começar a gritar devemos dizer: “Não grita comigo que eu não estou gritando com você…”. Pronto, você já deixou claro que não quer e que não gostou de ser gritado.


Reaja no mesmo nível (da idade mental)

Se depois que você já estabeleceu o limite, a pessoa quer continuar a gritar, não vale a pena discutir ou começar uma briga. Se a pessoa grita sem parar, comece a reagir no mesmo nível etário (5 anos) que ela está agindo. Coloque as mãos nos ouvidos e comece a cantar: lá, lá, lá, lá, lá… Vá para outro lugar mostrando que você sabe lidar muito bem com pessoas que têm certos tipos de atitudes. 


Seja cordial

Se um dia o seu chefe gritar com você, não fique triste. Não leve para o lado pessoal e tente ser o mais tranquilo possível para garantir o seu salário no final do mês. Se o chefe costuma sempre gritar com você, procure outro emprego ou simplesmente ignore os gritos. Não use a dica do “Reaja do mesmo nível”. Simplesmente tenha paciência e procure outro trabalho, se um grito é uma coisa que te deixa mal e afeta a sua alegria de trabalhar para a empresa. Ou… então, fale cuidadosamente: “eu não estou acostumado a levar grito, não…”

Seguindo essas dicas, você vai se sair muito bem na vida quando alguém vier gritar com você. É melhor agir assim que começar uma briga, tudo pode ser resolvido com atitudes mais amenas que não geram atritos entre as pessoas. E se você é a pessoa que gosta de gritar: PARE com isso agora!! Antes que tudo o que você deixe para trás seja um caminho cheio de inimizades por onde você andar.