7 curiosidades sobre minhas experiências em Santiago, no Chile

Fiquei aproximadamente um mês no Chile e uma semana em Santiago. Consegui observar algumas particularidades por lá. Também conheci alguns costumes da capital chilena e do país em geral.

A beleza natural vista do avião

Confira abaixo 7 curiosidades dessa minha viagem:

1 – O abacate é usado como um alimento salgado. Os chilenos comem com bolacha de água e sal e não têm o costume de fazer uma vitamina como nós fazemos.

2 – O espanhol do Chile é considerado um dos mais informais pelos próprios chilenos. Eles sabem que estão muito distantes das regras da língua na fala. Para mim, o espanhol deles é um dos mais difíceis de entender, depois vem o espanhol da Argentina.

Vista do apartamento em que me hospedei em Santiago, no Chile

3 – Em uma estação de metrô no centro de Santiago, existem duas linhas que passam na mesma plataforma, ainda que elas vão para lugares diferentes. Então é preciso prestar atenção para onde está indo o trem quando você estiver esperando no metrô. Não me lembro exatamente a estação que esses dois trens distintos passam.

4 – Na época em fui para lá (2016), o ônibus rodoviário de Santiago para o litoral de Valparaíso, custou apenas R$ 10,00. O trajeto dura em torno de uma hora. Eu paguei mais caro no Uber (R$ 35,00) do centro até a rodoviária de Santiago.

Centro de Valparaíso, no Chile. Um lugar bem artístico e cheio de movimento turístico

5 – O centro de Santiago está completamente fechado no domingo, não tem nada funcionando.

Centro de Santiago. Gostei de passear por lá, tem diversas opções culturais como museus e exposições na região

6 – Tenho uma amiga chilena que mora em Santiago e se chama Mari. Nos conhecemos em Mérida, no México. Essa é a única amizade do Chile, que não conheci lá, que tenho contato até hoje. Eu amo essa minha amiga.

7 – A minha anfitriã do Airbnb em Santiago não era chilena, era venezuelana e me fez uma arepa para comer, uma comida típica da Venezuela.

Nunca havia imaginado comer algo típico da Venezuela em Santiago do Chile

Cerro San Cristóbal, em Santiago no Chile

Um dos pontos mais visitados da cidade de Santiago é o Cerro San Cristóbal. Você consegue ter uma vista muito boa da cidade e da cordilheira, e ainda faz um exercício físico para chegar até o topo do morro. Nem preciso dizer que no domingo é cheio de gente querendo tirar uma foto no melhor ângulo que pode.

O Cerro San Cristóbal em Santiago fica próximo ao centro, não é de difícil acesso. Leve uma garrafinha de água para matar a sede. Caso você não queira subir a pé, tem um transporte que também te leva até o topo do cerro, o funicular. Eu recomendo altamente que você se alongue e curta a experiência de subir a pé, vai ser mais legal por causa do esforço. A vista da montanha é o maior atrativo juntamente com a proximidade da natureza.

Olha só as fotos:

Nessa dia fazia um pouco de frio

Uma praça em cima de um morro alto, nada mal

Cordilheira com neve e prédio famosão Sky Costanera
O sol veio deixando a paisagem mais clara e o céu sem nuvem

Valparaíso, no Chile, é cheia de cores e tem porto no centro

Valparaíso é uma cidade litorânea do Chile que fica a 1 hora de Santiago. Então, se você tiver tempo, dá para conhecer a região. O lugar é cheio de edifícios e construções com um toque artístico. Existe uma atmosfera mais festeira na cidade. Me recomendaram bastante ela, diziam que eu ia gostar. Eu curti mais por causa do estilo mais artístico.

Com duas ou três noites você consegue aproveitar bem o que essa cidade tem de bom para oferecer. Apesar de ser pequena, a cidade tem metrô. Então se você quiser se deslocar com uma bela vista para o mar, vai gostar da experiência.

Eu fiquei no hostel Casa Valparaíso, que fica bem no ponto turístico no Cerro Concepción, perto dos mirantes e das escadas coloridas.

Hostel colorido que combina com a região
A arquitetura clássica se mistura com a moderna em Valparaíso.
Monumento da praça principal de Valparaíso
Gostaram?
Praça central que fica próxima ao porto da cidade
Paisagem do porto com pequenos barcos com bandeiras do Canadá

Por que conhecer Viña del Mar no Chile?

Viña del mar é uma cidade que está quase a uma hora de Santiago, no Chile. Antigamente o lugar fazia parte de duas fazendas. A região é boa para dar um passeio em frente ao mar do Oceano Pacífico e fazer caminhadas, corridas, entre outros esportes. O fim de tarde na beira da praia é o momento mais indicado se você gosta apreciar um belo pôr do sol.

Eu aproveitava as tardes para fazer uma boa caminhada pela beira da praia. Eu só não dei um mergulho no mar porque a água é muito gelada. Fazia anos que não ia para a praia mergulhar, mas não tem como entrar naquelas águas gélidas.

A cidade está próxima da badalada e mais artística Valparaíso, aproximadamente a uns 15 minutos de Uber. Na entrada da cidade tem um relógio de flores que é bem famoso. Recomendo uma estadia de uns 2 ou 3 dias. Eu fiquei uma semana, mas era porque quis parar em um lugar para finalizar o meu e-book As Aventuras de um Jovem Chamado Adriano Ferreira.

Esse Relógio de Flores é bem bonito

Apesar de estar na praia, fazia frio.

Escultura na fonte de frente para a praia

Escultura de areia romântica em Viña del Mar

Em geral, as pessoas sentam na areia e ficam observando a paisagem

Olha isso…