Indo no Jardim botânico Lankester, na Costa Rica

A Costa Rica tem praias belíssimas e também tem uma natureza rica. A sua biodiversidade representa 5% do que existe em todo o território mundial. Então lá fui eu conhecer algo diferente das praias: o Jardim Botânico Lankester, que fica na cidade vizinha de Cartago, a meia hora de São José, capital do país, onde eu estava hospedado.

Fachada do Jardim Botânico que fica em Cartago

O transporte que eu recomendo é o de trem que vai proporcionar uma vista rica da natureza da região. É preciso ficar atento nos horários. Aqui vai a tabela para ajudar, essa tabela é de 2018, vale a pena conferir se os horários se mantiveram com a Incofer, responsável pela programação. Se você quiser ir de ônibus, no centro da cidade de San José, tem várias linhas que vão constantemente para Cartago.

Horário do transporte de trem, saindo de São José para Cartago

Horário do transporte de trem, saindo de Cartago para São José

O Jardim Botânico Lankester não é muito grande, porém vale uma visita para apreciar a riqueza da fauna costarriquenha. Tem até uma parte do jardim com influências orientais.

Fonte com escultura de pedras arredondadas

Início do passeio perto da entrada do Jardim Lankester

Fonte no meio da fauna do jardim

Caminho com muros de bambu para a parte oriental do jardim

Pequena casa na parte oriental do passeio

Ponte vermelha em estilo oriental

Aproveitando o pôr do sol, em Puerto Viejo, na Costa Rica

A primeira cidade em que eu cheguei na Costa Rica foi Puerto Viejo. Eu estava em Bocas del Toro, no Panamá, e tive que pegar um barco para a cidade costarriquenha. O trajeto não é longo. A cidadezinha praiana é repleta de natureza. Prepare-se para respirar um ar mais puro e entrar no clima relaxante dos moradores que celebram a vida com o bordão: Pura vida.

Primeiro dia na Costa Rica. Já fui me jogando no mar na cidade de Puerto Viejo

Aproveitei o fim de tarde em Puerto Viejo para conhecer a praia local, no entanto, as praias mais bonitas estão próximas de Puerto Viejo. Fui em uma linda que se chama Punta Uva.

A praia do centro de Puerto Viejo é apenas um aperitivo para as visitas às praias ao redor

Uma dica importante é se informar com as opções de transporte com o seu hostel antes mesmo de chegar em outra cidade ou país. Eu acabei comprando uma passagem pela internet que custou o dobro do valor cobrado pelos hostels locais. Então, se quiser saber como chegar em algum lugar (de uma cidade para outra, por exemplo), mande um e-mail para a sua hospedagem perguntando as opções.

Um dos mais belos pores do sol que já vi numa praia

Relaxando um pouco na areia de Puerto Viejo

Conhecendo o canal do Panamá

Quando fui na cidade do Panamá, um dos pontos turísticos em que passei foi o famoso Canal do Panamá. Essa obra de engenharia é considerada um marco na estrutura marítima do país. O projeto teve apoio dos EUA e é um dos caminhos mais importantes de transporte do Oceano Pacífico para o Atlântico, de forma mais rápida. O transporte pelo canal é de 24 horas, não tem pausa.

Essa placa, logo na entrada, está avisando a possibilidade da presença de crocodilos. Imagina o medo.

Fachada do edifício turístico do Canal do Panamá

O prédio Miraflores tem uma sala de cinema e também conta com as salas de exposições. No início do passeio, os visitantes são levados para a pequena sala de cinema que exibe uma introdução da história do Canal do Panamá.

Miraflores é o nome do prédio que recebe as visitas turísticas

A visita é livre para passear pelos diversos andares das exposições que contam fatos da construção do canal.
A biodiversidade e as embarcações que envolvem ou envolviam a região são mostradas com ilustrações e miniaturas.

Essa parte da exposição ilustra a fauna da região do Canal do Panamá

Miniatura de navio que envolve o transporte marítimo do canal

Visão do canal do Panamá do prédio Miraflores

A distância do Oceano Atlântico até o Pacífico é de 80 km pelo canal

Visão da sacada do prédio Miraflores

Embarcação passando pelo canal em um fim de tarde

Aproveitei a passagem da embarcação para uma selfie

Nesse momento um cruzeiro estava passando pelo canal

Uma manhã nas Dunas dos Ingleses, em Florianópolis

Olá, amigos.
Hoje vou falar sobre uma região da praia dos Ingleses, em Florianópolis.
A Dunas dos Ingleses fica no extremo lado direito. Um dia eu fui lá de manhã para fazer uma caminhada e me deparei com uma bela paisagem.

Início da caminhada

Quando você chega perto das dunas, é possível subir nelas e assim apreciar a visão de cima. Essa praia está perto de outra, a do Santinho. Mais para frente, do lado direito, tem uma plataforma de madeira que serve para apreciar melhor a vista do mar. Tem até uma trilha no fim da plataforma, na parte das pedras. É só subir por elas.

É só parar e apreciar

Bela manhã

Visão como poucas

Se você está no centro do bairro, a caminhada até o local leva aproximadamente uns 25 minutos.
Caso você queira ir de Uber, é só procurar no aplicativo pelo Restaurante das Dunas, localizado de frente a uma plataforma de madeira.

Plataforma no lado direito

Todo dia merece um sorriso

Manhã bem ensolarada nos Ingleses

Passeando a pé na Ilha de Cozumel, no México

Olá, amigos, nessa postagem vou falar de alguns lugares que são possíveis de visitar a pé na ilha de Cozumel, no México. O ideal é ter algum meio de transporte para você se locomover em menos tempo e se cansando pouco no percurso, aqui tem uma dica matadora de transporte pela ilha.

Esculturas no caminho para a Playa Azul


A praia mais perto do porto é a Playa Azul, que é particular. Você consegue chegar lá caminhando uns 25 ou 30 minutos. No entanto, eu só recomendo esse passeio durante a manhã, pois o sol não está tão forte. Para permanecer na praia, é preciso consumir algo no bar/restaurante que fica na entrada.

Playa Azul
Fonte: Different world

O trajeto da caminhada é agradável, tem várias esculturas que remetem aos povos nativos da região. A bela vista do mar e a amplitude da calçada deixam a experiência melhor ainda.
As demais praias ficam mais longe, então é melhor chegar nelas de carro.

Praça das duas culturas

Caminhando próximo ao porto, também é possível conhecer o centro de Cozumel, que é cheio de lojinhas de artesanatos e lembranças para levar de recordação. Eu levei um chaveiro lindo de Cozumel para a minha irmã. Se você quiser matar sua fome, é só andar mais um pouco pelo centro que vai encontrar diversas variedades de restaurantes. O Señor Frogs, por exemplo, está no centro comercial chamado de Punta Langosta, que fica a uns 15 minutos caminhando da praça principal.

O Taco y Tequila está praticamente do lado do Señor Frogs.

No fim do dia, tem o presente gratuito da natureza que é o belo pôr do sol. Ideal para você apreciar do porto da ilha.

Fim do dia em Cozumel

7 curiosidades sobre minhas experiências em Santiago, no Chile

Fiquei aproximadamente um mês no Chile e uma semana em Santiago. Consegui observar algumas particularidades por lá. Também conheci alguns costumes da capital chilena e do país em geral.

A beleza natural vista do avião

Confira abaixo 7 curiosidades dessa minha viagem:

1 – O abacate é usado como um alimento salgado. Os chilenos comem com bolacha de água e sal e não têm o costume de fazer uma vitamina como nós fazemos.

2 – O espanhol do Chile é considerado um dos mais informais pelos próprios chilenos. Eles sabem que estão muito distantes das regras da língua na fala. Para mim, o espanhol deles é um dos mais difíceis de entender, depois vem o espanhol da Argentina.

Vista do apartamento em que me hospedei em Santiago, no Chile

3 – Em uma estação de metrô no centro de Santiago, existem duas linhas que passam na mesma plataforma, ainda que elas vão para lugares diferentes. Então é preciso prestar atenção para onde está indo o trem quando você estiver esperando no metrô. Não me lembro exatamente a estação que esses dois trens distintos passam.

4 – Na época em fui para lá (2016), o ônibus rodoviário de Santiago para o litoral de Valparaíso, custou apenas R$ 10,00. O trajeto dura em torno de uma hora. Eu paguei mais caro no Uber (R$ 35,00) do centro até a rodoviária de Santiago.

Centro de Valparaíso, no Chile. Um lugar bem artístico e cheio de movimento turístico

5 – O centro de Santiago está completamente fechado no domingo, não tem nada funcionando.

Centro de Santiago. Gostei de passear por lá, tem diversas opções culturais como museus e exposições na região

6 – Tenho uma amiga chilena que mora em Santiago e se chama Mari. Nos conhecemos em Mérida, no México. Essa é a única amizade do Chile, que não conheci lá, que tenho contato até hoje. Eu amo essa minha amiga.

7 – A minha anfitriã do Airbnb em Santiago não era chilena, era venezuelana e me fez uma arepa para comer, uma comida típica da Venezuela.

Nunca havia imaginado comer algo típico da Venezuela em Santiago do Chile

Ilha Cozumel, no México – Parte 1

Quem não gosta de uma ilha paradisíaca? Cozumel, no México, a aproximadamente 35 minutos de Playa del Carmen, é um local visitado por muitos turistas.

Quem chega em Playa del Carmen consegue encontrar diversas empresas que fazem o percurso de ferry, a mais barata é a México. Quando fui, paguei 90 pesos mexicanos para a ida e volta (quase 18 reais ao todo).

O dia em que fui não estava com muito sol

É importante prestar atenção no último horário de volta de Cozumel para Playa del Carmen às 20:00 hs, e o penúltimo volta às 18:00 hs, ou seja, são duas horas de diferença. Eu perdi o horário das 18:00 hs e acabei tendo que esperar o próximo.

Monumento de aves que fica próximo ao porto de chegada da ilha
Essas carruagens parecem vindas de um conto de fadas para um passeio real romântico com alguém qualificado para a vaga

Quem vai para Cozumel, antes de mais nada, precisa saber que as praias não estão perto do porto. Andar vai tornar o dia bem cansativo, por isso, alugar um carro ou uma bicicleta é indispensável.

Fui numa loja perguntar quanto era o aluguel de uma bicicleta e na época custava $ 150 pesos o dia todo (R$ 30,00). Um carro para quatro pessoas o dia todo estava em torno de $ 200 pesos para cada um (R$ 40,00), fora o combustível. Para quem quiser ver mais praias, é recomendável visitar Cozumel com mais pessoas para alugar um carro e passear tranquilamente sem pressa e sem perrengue.

Aqui abaixo vai uma empresa que faz o aluguel de veículos. O local dessa agência é numa rua à esquerda da torre do relógio, bem visível, que fica na praça principal. Não peguei o nome da rua, perdóname.

As melhores praias ficam na parte contrária do local do porto em que você chega. Então amigos, não faça como eu, e não vão para a Playa Azul a pé. Acho que uma bicicleta, para quem não está acostumado com a distância e com o calor, vai exigir bastante do condicionamento físico. Se você tem essa preparação, só vai 😉 Acho que preciso ir outra vez para Cozumel para aproveitar as praias de verdade.

Variedades de comércios e restaurantes ficam no centrinho perto do porto de chegada

O centro de Cozumel é totalmente variado, tem lojinhas com lembranças, restaurantes e hotéis. O lugar é bom para fazer compras. Comprei um chaveiro como lembrança da ilha.

Centrinho da ilha Cozumel perto da torre de relógio na praça principal

Dólar acima de R$ 5? Veja 4 praias para visitar no Brasil

A alta do dólar deixa aquela viagem internacional tão sonhada mais cara. O dólar hoje passou dos R$ 5, mas isso não quer dizer que o sonho de viajar acabou. Existem lugares muito lindos no Brasil que vale a pena conhecer sim e que vão proporcionar uma experiência inesquecível.

Vou deixar aqui 4 lugares para você pensar em conhecer dentro no Brasil depois que a quarentena passar:

1 – Florianópolis

As paisagens da cidade, que fica em uma na ilha, são lembranças para toda a vida. O destino é bem badalado, mas tem preços mais em conta também. Isso vai deixar os gastos bem menores que lugares mais visitados como o Rio de Janeiro.

Quem gosta de um lugar com uma faixa de areia mais extensa, a praia de Canasvieiras é uma boa pedida. Hoje eu estou morando no bairro dos Ingleses, onde a praia também é boa demais. A parte mais bonita, na minha opinião, é onde ficam as dunas, no lado direito lá no fim perto da montanha.

Praia dos Ingleses perto das dunas
Linda paisagem. No verão a água tá perfeita
Mar bom, sol bom e uma foto para deixar na memória

2 – Salvador – Bahia

Não vão faltar praias lindas para apreciar. A Praia do Farol da Barra e do Rio Vermelho são lugares imperdíveis principalmente por estarem de frente para a cidade. Caso você não queira tanta agitação, o Morro de São Paulo vai ser mais ideal para o seu gosto. Essa antiga vila fica a duas horas de Salvador.

Praia do Farol. Olha isso…
Reprodução: Férias Brasil

3 – São Sebastião – São Paulo

Quem está em São Paulo e não vai poder viajar para muito longe, São Sebastião é uma boa escolha. São diversas opções de praias como: Arrastão, São Francisco, Enseada, Barequeçaba, Maresias, Boiçucanga e Barra do Una. Existe até mesmo um grupo do WhatsApp para os turistas.

Enseada, opção mais ao norte de São Paulo
Reprodução: SãoSebastião.tur

4 – Porto de Galinhas – Recife

As piscinas naturais são um dos grandes atrativos dessa região que fica no litoral sul do estado. A região conta com paisagens paradisíacas. Aproveite também para se deliciar nas comidas típicas como o arrumadinho.

Difícil uma praia do nordeste não ser belíssima
Reprodução: Eu ando pelo mundo

Colônia García Ginerés, Mérida, México

O bairro García Ginerés em Mérida, no México, não é visitado por muitos estrangeiros, mas é um lugar legal para passear no fim da tarde para bater um papo ou simplesmente passear. O nome do local é Parque de las Américas. Para chegar lá, é preciso caminhar pela famosa avenida Paseo del Montejo em direção ao Wallmart e quando chegar perto de um posto turístico, virar a esquerda e seguir em frente.

Várias pessoas passeiam com os amigos e a família no fim de tarde. Só não pode esquecer o repelente.
O calor de Mérida fica menor no fim da tarde, o melhor tempo para passear na rua
O lugar tem inspiração no povo Maia. As pinturas ilustram os antepassados mexicanos
O bairro tem um visual bonito
Tranquilidade em um lugar menos conhecido por turistas e mais frequentado pelo locais

Aeroporto Aeroparque em Buenos Aires

Depois de ficar um mês na Argentina, chegou o dia em que fui para Santiago no Chile. O aeroporto Aeroparque está mais próximo do bairro de Palermo, local próximo em que eu estava hospedado em Chacarita. O Uber não demorou muito para chegar. Cheguei bem cedo, então tive tempo de conhecer o aeroporto com calma.

Eu tinha chegado tão cedo que não pude nem fazer o check-in. Só pude meia-hora antes do embarque,

O sono ainda não estava forte e nem tinha como dormir ali, então fiquei esperando o tempo passar.
O voo para Santiago no Chile teve escala em Córdoba. O primeiro avião foi de um voo nacional.
O primeiro voo saiu as 06:00. O segundo, em Córdoba, às 14:10.
Achei legal esse café em frente à área de espera para o embarque
Peguei a janela, acho que tive sorte, mas pegar a janela no segundo voo foi mais legal ainda por causa da Cordilheira dos Andes